E quando ela olhou para ele, foi subitamente fácil para ela imaginar que seus medos eram inúteis. Que ele iria amá-la e não importa o que ela lhe disse, ou que ele era o tipo de homem que a amava e já a amaria para sempre. E foi então que ela percebeu que ela o amava também.
Nicholas Sparks                              (via romanteios)

Quando

chove, quando deito, quando leio esses prefácios repetidamente. quando cravo, quando colo, quando eu quero. como eu gosto, como eu choro, como espero, como espero. e quando bate à porta, eu tranco, entra pela janela… ah, como eu amo! deixo sempre aberta, porque eu gosto, porque eu quero, porque eu amo essa saudade. perdoa. mas eu amo quando chove.

Nunca é tarde demais pra pegar uma velha história e escrever um novo final.
Gossip Girl.  (via romanteios)

E apesar de rir e fingir que não me importo, eu me importo sim. Tem dias que gostaria de ser diferente, mas isso é impossível. Estou presa ao caráter com qual nasci, e mesmo assim tenho certeza de que não sou má pessoa. Faço o máximo para agradar a todos, mais do que eles suspeitariam num milhão de anos.
O Diário de Anne Frank.    (via velejo)

O pecado não morava ao lado, mas sim na rua Notting Hill, em Londres. Ela era minha vizinha, tinha 18 e todos os dias passava pela minha rua. Com aqueles cabelos pretos, longos caídos pelo ombro, vestindo sempre aqueles vestidinhos floridos, sapatinhos vermelhos, que de longe chamava a atenção. Sempre no mesmo horário, às 17 horas da tarde, lá estava ela, desfilando pela calçada com toda aquela delicadeza, deixando vestígios do seu perfume doce - admito que era o perfume mais gostoso que já havia sentido. Todo sábado depois do almoço ela aparecia no meu portão com uma camiseta desleixada sem imaginar que eu já a aguardava desde o café da manhã. E bastava ela se aproximar pra que me sentisse mais vivo, os olhos ficavam mais atentos e todo detalhe parecia irremediavelmente perfeito, era uma ansiedade quase vital para que o sangue corressem pelas veias. Mas o que será que ela carregava no seu peito? Perto dela era como se eu desvendasse o meu passado, as angustias escapassem do corpo e as dores tão guardadas descem vazão um doce aroma rarefeito, contido nela. Eu respirava fundo e sentados no balanço da varanda despíamos o mundo que se calava, éramos apenas nós. É inexplicável como o tempo parecia infinito e era capaz de transformar apenas um par de horas em momentos de eterna duração.
Amarguisses & Oxigênio-dapalavra em"Eu achei dentro dela o meu coração." (via oxigenio-dapalavra)

Apenas seguir em frente. Primeiro, porque nenhum amor deve ser mendigado. Segundo, porque todo amor deve ser recíproco.
Martha Medeiros.  (via velejo)

É fácil morrer. A toda hora, em todos os lugares, a morte está se oferecendo. Mais difícil é continuar vivendo. Eu continuo. Não sei se gosto, mas tenho uma curiosidade imensa pelo que vai me acontecer, pelas pessoas que vou conhecer, por tudo que vou dizer e fazer e ainda não sei o que será.
Caio Fernando Abreu. (via romanteios)

Meu negócio não era coisa pequena. Eu queria o mundo ou nada.
Charles Bukowski. (via velejo)